Forró-Douro-convida-Trio-Macaíba-Foto-de-Krystallenia-Photography

Música e dança do Brasil em Portugal: O forró conquista o Porto, mais uma vez

Ainda não foi verificado o que se segue. Favor proceder aos respetivos melhoramentos, dando início à sessão e efetuando a respetiva edição. Caso entenda que tal procedimento não é suficiente para resolver o problema, favor discuti-lo com a comunidade na Página de Conversação. Caso pense que este artigo deve ser removido, favor contactar [email protected]

Durante quatro dias, de 25 a 29 de Abril de 2019, Porto e Vila Nova de Gaia foram palco de uma celebração do ritmo do Nordeste do Brasil. Com uma programação que combinou o estilo brasileiro com o gostinho portuense, o Forró Douro fez o público dançar.

O que é o forró?

O forró é uma dança e gênero musical originado no Nordeste brasileiro, especialmente de áreas rurais da região. A origem do nome é ainda hoje debatida, não existindo consenso entre acadêmicos. Mas um ponto em que estudiosos e amantes do ritmo concordam é a importância de Luiz Gonzaga na difusão do forró pelo Brasil.

Na década de 1940, o forró pé-de-serra, tocado com três instrumentos (sanfona, triângulo e zabumba) se popularizou pelo país. A dança, cujo passo básico é o “dois pra lá e dois pra cá”, acompanhou na expansão do ritmo. Ainda hoje o forró pé-de-serra é tocado e dançado em festas no Nordeste e continua tendo relevância nacional.

Nas décadas seguintes, a fusão de ritmos e estilos levou à uma modernização do forró. Houve a inclusão de instrumentos como a guitarra e a percussão. A popularidade junto ao público jovem levou à caracterização desse estilo como Forró Universitário. Nomes como Elba Ramalho, Alceu Valença, Zé Ramalho e Gilberto Gil são os principais representantes dessa fase do Forró. Mais recentemente, artistas têm retomado o forró universitário, como a banda Falamansa.

A partir da década de 90 do século XX, a modernização do ritmo introduziu o órgão eletrônico. Bandas como Aviões do Forró e Calcinha Preta incorporaram iluminação e bailarinas nos seus shows.

O forró no Porto

O Forró pé-de-serra e o forró universitário se difundiram pelo mundo, e em especial pela Europa. Um dos fatores que contribuíram para isso é a forte presença de imigrantes brasileiros neste continente. De acordo com Miguel Faria, a popularidade é tal que “todos os meses há um festival de forró num país, em uma capital europeia”. Um dos locais onde o forró é mais forte é a Alemanha, onde “existem quatro ou cinco festivais de forró de grandes dimensões”, acrescenta Faria.

Tal fator é aparente no número de alemães presentes na segunda edição do Forró Douro, sendo esta a segunda maior comunidade internacional depois dos brasileiros. Ao todo, cerca de 23 nacionalidades estiveram representadas na primeira edição do evento, e as expectativas é que o mesmo tenha se repetido este ano.

No Porto, Miguel Faria explica que existe uma comunidade em torno do forró desde 2007. Por isso, a Associação Passos Rebeldes decidiu, em 2017, organizar o primeiro festival de forró do Distrito do Porto. “Estavam reunidas as condições para nós arriscarmos e fazermos um festival as nossas custas, no fundo, e as coisas correram bem. O intuito, agora, é continuar”, disse Faria.

Trio Dona Zefa – SATURDAY NIGHT PARTY

SATURDAY NIGHT PARTY Trio Dona Zefa Forró Douro Festival 2019 – Day 3: SaturdayFilm by Fred Alves

Posted by Forró Douro on Sunday, April 28, 2019

O evento conta com uma componente letiva, com workshops em todos os níveis de dificuldade, e uma componente expositiva, com concertos e bailes onde todos se juntam para dançar. Por um lado, o Forró Douro funciona “como uma montra para mostrar a cultura brasileira, em específico, o forró, a comunidade local do Porto. Por outro lado, o festival também é um espaço onde as pessoas podem divertir-se, um espaço lúdico”, disse Faria.

O evento foi, mais uma vez, um sucesso junto ao público. Todos os bilhetes foram vendidos, sugerindo que a abordagem do festival tem funcionado. Segundo Miguel Faria, o Forró Douro tem “sempre um toque muito próprio e muito característico da comunidade portuense”. Com essa fusão luso-brasileira, a expectativa é que o festival continue, preenchendo a cidade com música e dança.

 

Foto de capa: Forró Douro convida Trio Macaíba / Foto de Krystallenia Photography / Cortesia do Forró Douro
Vídeo: Forró Douro Festival 2019 / Trio Dona Zefa / Vídeo por Fred Alves

  • TODO tags

      Existe algum problema com este artigo? Junte-se hoje para que as pessoas conheçam e ajudem a construir as notícias.
      • Partilhar
        Partilhar

      Torne-se assinante da nossa newsletter

      Seja o primeiro a colaborar nas nossas peças em desenvolvimento

      WikiTribune Abrir menu Encerrar Procurar Gostar Voltar Seguinte Abrir menu Encerrar menu Play video Fluxo RSS Partilhar com Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Reddit Siga-nos no Instagram Siga-nos no Youtube Ligue-se connosco no Linkedin Connect with us on Discord Envie-nos um email