tram-699985_1920

O turismo em Portugal – entre desafios e oportunidades

Ainda não foi verificado o que se segue. Favor proceder aos respetivos melhoramentos, dando início à sessão e efetuando a respetiva edição. Caso entenda que tal procedimento não é suficiente para resolver o problema, favor discuti-lo com a comunidade na Página de Conversação. Caso pense que este artigo deve ser removido, favor contactar [email protected]

Portugal tem sido reconhecido internacionalmente como um destino turístico atrativo. Pelas ruas de Porto e Lisboa, em especial, turistas fazem parte do dia-a-dia das cidades. As pequenas placas de alojamentos locais são fáceis de achar. Algumas razões explicam o crescimento do turismo no país.

Em 2017, Portugal foi reconhecido, pela primeira vez, como Melhor Destino Turístico do Mundo pelo World Travel Awards (distinção que se repetiu no ano seguinte). Ainda em 2017, entrou em vigor a Estratégia Turismo 2027. No documento oficial divulgado pelo governo, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, indica que o objetivo é fazer de Portugal “um país mais coeso, que se diferencia pelos seus recursos que não são deslocalizáveis e onde todos gostamos de viver e somos valorizados”.

Algumas das metas traçadas no planeamento estratégico é a promoção de emprego no setor, alargar a atividade turística para todo o território e tornar o turismo sustentável durante o ano inteiro. Essas são metas que, hoje, ainda apresentam desafios.

O potencial de Portugal como destino turístico, como evidenciado pelo reconhecimento internacional na forma de prêmios, é inegável. Entre as principais razões para a atratividade do país, está o clima ameno durante todo o ano e a diversidade geográfica, que não se limita às praias espalhadas por uma costa de mais de 800 quilômetros. O patrimônio histórico-cultural bem preservado, principalmente aquele de caráter religioso, é outro fator apontado por também serve de atrativo.

Clique no gráfico acima para ver a versão interativa | Taxa de Ocupação de Quartos por Zonas

Dois anos após o anúncio da Estratégia Turismo 2027, o crescimento no sector não pára. Em 2019, estão previstos 65 novos hotéis no país que, somados a remodelações, aumentam em 1556 o número de quartos ofertados. O setor também tem contribuído para o crescimento no número de postos de trabalho, batendo recordes: em abril de 2019, pela primeira vez se ultrapassou o número de 400 mil trabalhadores no setor. Em termos da ocupação de quartos, é possível ver um crescimento constante.

Clique no gráfico acima para ver a versão interativa  |  Receita por Quarto Disponível

Inevitavelmente, muitos desafios acompanham esse crescimento. Apesar da criação de novas vagas de trabalho no setor, ainda há uma grande escassez de trabalhadores. A falta de mão-de-obra acaba por levar ao adiamento de inauguração de novos hotéis.

Outra dificuldade encontra-se nos aeroportos. Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo indicou que problemas de infraestrutura nos aeroportos limitam o crescimento de turismo em Portugal. Apesar do potencial para aumento no número de turistas, saturação do aeroporto de Lisboa e irregularidade no funcionamento do aeroporto em Funchal atrapalham.

De forma geral, o crescimento do turismo em Portugal tem abrandado. A atividade turística tem diminuído e, como resultado, se verificou uma queda de 40% no número de novo alojamentos locais sendo registrados no último ano. Esse abrandamento é natural, face ao grande boom dos últimos anos. No entanto, aponta para a necessidade de contínua implementação de projetos de promoção turística do país, se as metas traçadas na Estratégia Turismo 2027 são para ser alcançadas.

Outra questão importante se refere a um dos principais mercados de Portugal em termos de turismo: o Reino Unido. Com o Brexit, tem havido uma desvalorização da libra frente ao euro, ao mesmo tempo que, frente à lira turca, a libra tem se valorizado. Tal combinação de fatores pode levar a uma mudança das preferências dos Ingleses em relação ao destino turístico elegido.

Clique no gráfico acima para ver a versão interativa | Hóspedes/Dormidas por País de Origem

Como forma de combater os efeitos negativos que o Brexit possa ter para Portugal no setor turístico, em março o Turismo de Portugal anunciou a campanha #Brelcome. O objetivo é passar a mensagem de que Portugal continua e continuará de braços abertos aos turistas Britânicos.

Outra grande oportunidade que Portugal tem é o potencial dos turistas nacionais. O Fórum Vê Portugal, que decorrerá no fim de maio de 2019, terá como objetivo discutir de que forma o mercado interno pode ser atraído, ajudando também no crescimento das regiões no interior do país. Este é, aliás, uma das metas da Estratégia Turismo 2027: que a procura turística aconteça em todo território nacional. Ao incentivar que os turistas – internacionais e nacionais – visitem cidades além do eixo Lisboa-Porto-Algarve, o turismo pode contribuir para a valorização do país como um todo.

  • TODO tags

      Existe algum problema com este artigo? Junte-se hoje para que as pessoas conheçam e ajudem a construir as notícias.
      • Partilhar
        Partilhar

      Torne-se assinante da nossa newsletter

      Seja o primeiro a colaborar nas nossas peças em desenvolvimento

      WikiTribune Abrir menu Encerrar Procurar Gostar Voltar Seguinte Abrir menu Encerrar menu Play video Fluxo RSS Partilhar com Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Reddit Siga-nos no Instagram Siga-nos no Youtube Ligue-se connosco no Linkedin Connect with us on Discord Envie-nos um email